terça-feira, 3 de agosto de 2010

DELÍRIOS CONCEPTUAIS

Não me lembro já muito bem como é que esta ilustração nasceu. Sei que me foi pedida para servir como uma espécie de cartão de visita para uma equipa, num desses muitos jogos que se jogam on line. Tenho a ideia de que a temática tinha a ver com destruição de planetas e era, obviamente, um jogo passado num tempo e num espaço muito, muito longínquo. Fica, ainda assim, a ilustração para todos os fãs de ficção científica. Sim, porque também eu sou um admirador do género, embora não tenha feito ainda muita coisa sobre o assunto. Todavia é nessa área que poderá acontecer brevemente uma surpresa neste blogue. Mas enquanto ela não chega, fiquem cientes de que, como se diz em Star Trek, o espaço é a fronteira final...

10 comentários:

  1. OCP,
    Pelo menos é o tipo de coisa que ainda não tinha aparecido por aqui. Obrigado pelo incentivo. :0)

    ResponderEliminar
  2. Boa ilustração João, gosto especialmente dos pormenores na nave!
    :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Eu gosto de FC, mais do que BD, se for uma BD sobre FC é o melhor.
    Gostei muito da ilustração, que tamanho tem o original?
    beijo d'enxofre

    ResponderEliminar
  4. Olá, João!
    Gostei muito da arte, principalmente, da influência da luz na textura no planeta. Muito bonita!
    Quero aproveitar também para comunicar que mencionei seu blog na nova postagem do meu blog. Recebi um selo e, por conta disso, eu devia indicar mais alguns blogs de que gosto muito. Escolhi o seu e lá excplico o porquê.
    Grande abraço!

    ResponderEliminar
  5. Fez-me lembrar as ilustraçoes de um senhor chamado Chris Foss que nos anos 70 desenhava naves...a aerografo.(maldito aparelho!) Outros tempos.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Bongop,
    Obrigado pelas palavras. Posso-te dizer que esses simples pormenores me consumiram umas quantas horas. Um abraço.

    Diabba,
    Pois, embora ainda tenha explorado pouco essa área, a verdade é que eu também sou um grande amante da ficção científica. O orioginal tem 25 por 18,75 cm. Beijos enxofrados.

    Lena Berardo,
    Pois, essa pergunta fez-me proceder a algumas averiguações. É que eu, de facto, já não me lembrava do nome do jogo. Perguntei então à pessoa que me pediu o desenho e ela confirmou-me: foi de facto para o Ogame. Bjs.

    Eric,
    O que é que eu poso dizer? Que, de repente, fiquei com o ego a pairar numa nuvenzinha, lá bem no alto. Obrigado e já vou daqui a nada a caminho do teu blogue. Um abraço.

    Gio,
    E fez-te lembrar muito bem, pois esse é um senhor cuja arte admiro. E nesse campo, há também excelentes trabalhos do Tim White ou do John Berkey, para citar alguns exemplos. Os trabalhos deles são de facto inspiradores. Um abraço.

    ResponderEliminar
  7. EPA, Mestre :D

    Bolas nem imaginas como eu fico feliz de ver trabalhos teus nesta linha :D

    totalmente cósmico, com uma história do Isac Asimov ou do Carl Sagan seria optimo de se ver uau mesmo

    Parabens
    João

    ResponderEliminar
  8. João,
    Pois, eu calculei que gostasses, uma vez que tu neste campo és um autêntico mestre. Por isso, é sempre reconfortante ouvir um elogio de um especialista. Um abraço.

    ResponderEliminar